voltar

Agulhas

OMS divulga novas orientações para uso e fabricação de máscaras de tecido

Acessório deve ser produzido com três camadas de tecido

11/06/2020

As novas recomendações são:

  • Recomendável o uso de máscaras por todas as pessoas onde houver transmissão ampla da doença e em situações em que o distanciamento social não é possível, como no transporte público;
  • Em áreas com transmissão comunitária, a recomendação é que pessoas com 60 anos ou mais ou com doenças pré-existentes usem máscara médica em situações em que o distanciamento físico não é possível;
  • Em áreas com ampla transmissão, a OMS aconselha máscaras médicas para todas as pessoas que trabalham nas áreas clínicas de uma unidade de saúde, não apenas para os trabalhadores que lidam com pacientes com Covid-19.

Confecção das máscaras de pano

A OMS recomenda que as máscaras tenham, idealmente, no mínimo três camadas de tecido; sendo que a camada exterior deve ser feita de um material resistente à água, como o polipropileno, poliéster ou uma mistura deles.

No meio, o material deve agir como um filtro e pode ser feito de um material sintético, como o polipropileno, ou de uma camada extra de algodão; a camada interna deve ser feita de um material que absorva a água, como o algodão.

 

Cuidados para colocar e retirar a máscara

Antes de usar a máscara, lave as mãos com águas e sabão ou use álcool em gel. É importante observar a máscara antes de colocá-la: se estiver danificada ou suja, não use.

A máscara deve cobrir a boca, o nariz e o queixo completamente.

Evite tocar na máscara. Se ocorrer, limpe as mãos. Para retirar a máscara, as mãos também precisam ser higienizadas.

Ao retirar a máscara, incline-se ligeiramente para a frente e pegue na máscara pelos elásticos, na parte que está atrás da orelha, sem tocar a frente. Depois de tirá-la, é preciso lavar as mãos novamente.

Se a máscara for de pano, lave com sabão e água, de preferência quente.

 

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Desenvolvedora

Brainex